Sites Grátis no Comunidades.net



Partilhe este Site...

 

       PRISCILA OLIVEIRA

       Técnica em estética

Registro na Sec. de Saúde - RJ

      Fls 45V / Liv 03-2307

 

 

Estética Priscila Oliveira

Criar seu atalho

 



Total de visitas: 51132
DRENAGEM LINFÁTICA PÓS CIRÚRGICO E GESTANTES
DRENAGEM LINFÁTICA PÓS CIRÚRGICO E GESTANTES

 

jjj

 

vvvv

DRENAGEM LINFÁTICA PRÉ OPERATÓRIA

 

Prepare-se para qualquer cirurgia como cesariana, cirurgia plástica ou lipoaspiração com drenagem linfática manual. Melhore sua recuperação no pós operatório e garanta bons resultados de sua cirurgia.

Preparação prévia da pele para a realização da cirurgia, afinamentos (esfoliações suaves) e hidratações locais, manipulação do tecido através da massagem manual.

Ela visa nutrir o tecido cutâneo ampliando mecanismos biológicos, acelera reações naturais no organismo, melhora oxigenação e nutrição celular, diminui o sangramento e coloca o sistema imunológico em alerta e pronto para reagir adequadamente ao estímulo operatório.

 

DRENAGEM LINFÁTICA PÓS-OPERATÓRIA

 

É uma massagem específica realizada com movimentos suaves e lentos por todo o corpo, mas sempre dando prioridade à área cirúrgica. São usados movimentos de compressão e descompressão, executando movimentos leves e lentos, que direciona e melhora o fluxo linfático. Completamente sem dor, promove relaxamento muscular, melhora a circulação sanguínea eliminando toxinas e diminuindo a retenção hídrica (inchaço), além de ativar a oxigenação celular e nutrição dos tecidos.

Os movimentos suaves e rítmicos da drenagem linfática pós-operatório, ajudam a eliminar o edema e hematomas que se instalam no pós-operatório, auxiliando na restauração dos tecidos, eliminando aderências, diminuindo dor, inchaço, cicatrização, previne a fibrose pois diminui a dormência local aliviando desconfortos e outras conseqüências cirúrgicas.


Por suas funções e por ser indolor a drenagem linfática, é indicada em pós – operatório de cirurgias plásticas faciais e corporais.

 

 

***Para todos os casos, a DRENAGEM LINFATICA deve ser iniciada a partir do segunda dia e deve ser feita com intervalo de 24 horas, respeitando a orientação médica!

***A partir de 15 dias a DRENAGEM LINFATICA deve ser aliada a LIBERAÇAO TECIDUAL FUNCIONAL PARA AS POSSÍVEIS FIBROSES (para casos de Lipoaspiração e abdominoplastia). Uma profissional MASSOTERAPEUTA e ESTETICISTA TÉCNICA está totalmente habilitada a realizar o pós operatório.

 

 

* Opinião de um cirurgião

 

Nos anos recentes, os cirurgiões passaram a tomar consciência de que não bastava apenas operar e deixar pra lá o paciente, entregue a sua própria sorte. Era necessário acompanhar detidamente o pós-operatório, observar o edema (inchaço) inevitável que acompanha qualquer operação e identificar de que maneira se poderia melhorar o curso dos acontecimentos. Nasceu então o conceito de drenagem linfática, hoje aceito por todos. O que vem a ser isso? É necessário definir o que é a circulação linfática. Além das artérias e veias, estruturas visíveis e conhecidas de todos, existe no corpo humano inteiro, uma grande rede circulatória, invisível através da pele, formada pelos vasos e gânglios linfáticos. Estes gânglios se situam em cadeias, presentes em todo o corpo. Na face, por exemplo, as principais são localizadas nas laterais do pescoço e embaixo da mandíbula. Essa rede representa o grande mecanismo de defesa do organismo contra as agressões sofridas (trauma, infeccões ou cirurgias), quando sua circulação aumenta consideravelmente. Após as cirurgias plásticas, o conhecimento adequado da circulação linfática e da localização das cadeias de gânglios, permite aos técnicos a manipulação dos tecidos envolvidos, no sentido de incrementar a circulação linfática regional. É a chamada drenagem linfática, tão útil por exemplo, na segunda semana pós-operatória da plástica facial. Ela ajuda na resolução do inchaço pós-operatório abreviando assim a recuperação integral dos pacientes".

 

Dr. Hugo de Castro, cirurgião plástico, formado pelo Instituto Nacional do Câncer (INCA).

 

 

CUIDADOS PÓS-OPERATÓRIO:

 

SIGA TODAS AS RECOMENDAÇÕES DO SEU CIRURGIÃO!!!

 

Mamas: (incluindo próteses)

Não dirigir por 4 semanas; Não elevar os braços num ângulo maior que 90º com o corpo (ex: não pegar objetos em armários altos); Não ficar exposta ao sol por pelo menos 3 meses; Não fazer esforço físico, como por exemplo: pegar peso… Não apoiar os braços para levantar-se ou sentar-se; Não pode ter relações sexuais por 30 dias; Academia só depois de 60 dias.

 

Abdome:

Não dirigir por 4 semanas; Não ficar exposta ao sol por pelo menos 3 meses; Não fazer esforço físico, como por exemplo: pegar peso, subir ou descer escadas… Para levantar-se ou deitar-se, dar preferência aos movimentos laterais; Não pode ter relações sexuais por 30 dias; Academia só depois de 60 dias; Não precisa andar com o corpo muito fletido, porém evitar mantê-lo hiperextendido.

 

Lipoaspiração:

Pode voltar a dirigir em uma semana; Não pode ter relações sexuais por 3 semanas; Academia só depois de 2 semanas; Não ficar exposta ao sol por pelo menos 1 mês; Ingerir bastante líquidos, como por exemplo: Gatorade… Pode retornar ao trabalho em uma semana, se a dor permitir;

 

Pálpebras:

Não ler livros nos primeiros dois dias da cirurgia; Ficar com a cabeceira elevada na maior parte do tempo; Usar óculos escuros para maior conforto; Gazes com chá de camomila gelado nas pálpebras nos primeiros dois dias diminuem o inchaço; Não ficar exposta ao sol por 3 meses; Não fazer esforço físico.

 

Orelhas:

Usar a faixa compressiva por 3 semanas dia e noite, em seguida por mais 3 semanas somente para domir; Não ficar exposta ao sol por 3 meses; Ficar com a cabeceira elevada na maior parte do tempo; Não fazer esforço físico.

 

Face Lifting ou cirurgias da Rugas:

Ficar com a cabeceira elevada na maior parte do tempo; Não ficar exposta ao sol por 3 meses; Ficará com a cabeça enfaixada nos primeiros 3 dias para evitar hematomas; Não fazer esforço físico.

 

Próteses de Glúteos:

Não dirigir por 4 semanas; Ficará de barriga para baixo por uma semana, podendo virar de lado; Não ficar exposta ao sol por pelo menos 3 meses; Não fazer esforço físico, como por exemplo: pegar peso… Não pode ter relações sexuais por 30 dias; Academia só depois de 60 dias.